Foto promocional de resort turístico, Botswana, 2011

Eis uma paisagem do nosso tempo, ainda que não do nosso mundo, exclusiva, ‘diferenciadora’ (eis também uma palavra do nosso tempo), concebida de raiz para cativar o olho da burguesia ocidental, olho esse que, como é sabido, já foi transplantado para o corpo das burguesias de todo o mundo: da China a Angola, passando pela Nova-Guiné, o Benim e o Burkina Faso.  

São os próprios promotores desta paisagem (de fazer inveja ao sr. João Manuel de Sousa Martins, presidente da próspera junta de freguesia de Almancil) quem observa, no site promocional do resort, que este empreendimento único no Botswana “offers the corporate and leisure traveler a host of activities in grandiose style“.