Hotel de Paris, Mónaco, 2003, Joan Villaplana

Eu e o sociólogo José Borges Reis estivemos uns dias retirados do mundo para investigarmos os cada vez mais complexos e difusos itinerários do luxo em Portugal. O resultado de tão excitante investigação saiu ontem no Le Monde diplomatique, págs. 6-7.

Não tratámos o luxo na saúde, na educação, no coleccionismo de arte nem na prostituição, mas, mesmo assim, criámos uns roteiros que permitem ao cidadão comum ganhar um pouco de perspectiva sobre um tema de máxima actualidade que nunca foi alvo de qualquer investigação crítica pela letárgica imprensa portuguesa.