Mapa dos principais gasodutos europeus, 2011, Le Monde

Foi inaugurada com grande espectáculo mais uma gigante e estratégica infraestrutura, desta vez rasgando o mar Báltico, que irá trazer o gás russo ao consumidor europeu. Sem pedir licença à Polónia, à Suécia ou aos pequenos estados bálticos, a nova ‘auto-estrada’ do gás (no mapa denominada ‘North Stream’) encomendada pelos franceses e alemães aos russos (detentores de um quarto das reservas mundiais de gás) é reveladora de como a nova ordem mundial não é decidida senão pelas velhas potências do costume (as mesmíssimas que enriquecem com a vossa dívida). Como em tantas outras épocas da história, a lei do mais forte é a única que vigora, quando é altura de fazer bons negócios e de alongar os canais da tirania.

O império (romano, ultramarino…) não está só nos simpáticos e inofensivos manuais de história dos nossos filhos. Basta abrirmos um bocadinho os olhos, ou apagar todas as televisões, para perceber que ele, com as suas redes de dominação absoluta, se estende hoje a toda a parte.