Hoje, em Lyon (França), um julgamento inédito (o primeiro de muitos, muitos, muitos) condenou esse grande monstro agro-químico-industrial que dá pelo nome Monsanto pelo facto de se ter demonstrado, AOS OLHOS DA LEI (é aqui que reside a inovação do caso), que um herbicida (chamado LASSO – atenção à inalação dos vapores deste veneno!) comercializado pela gigante empresa norte-americana provocou uma grave intoxicação a um agricultor.