Pode arrepender-se, como sucedeu ao respeitável e popular Barriga de um Arquitecto, onde em Maio de 2011 podia ler-se num post que elogiava abertamente este blog:

“Um antropólogo olha para o mundo que nos rodeia. Paisagens Contemporâneas é um novo blogue onde se procura pensar, sem concessões de linguagem ou cedências à monocultura da actualidade.”

Passado um tempinho, e reagindo provavelmente a isto ou a isto, ou a qualquer outra coisa que não cedia de facto à “monocultura da actualidade”, a Barriga arrependeu-se e fez aquilo que julgo que não terá feito muitas vezes: apagou esse seu precipitado post.

Isto de ser incómodo incomoda mesmo. Ficamos agradecidos por mais um reconhecimento, o da Barriga de um Arquitecto.