Um ano após a revolução, uma herdade é ocupada no Ribatejo. Nascia assim uma comuna singular que um realizador alemão acompanhou durante os seus primeiros 8 meses. A comuna haveria de durar até 1979. Os comunistas de então, como afirma Thomas Harlan, o realizador do filme, “nunca deixaram de denunciar a comuna como ‘um exemplo a não seguir’.” O que revela bem a sua singularidade.

É um dos mais fabulosos documentários da história do cinema.” Paulo Branco