Mas onde iremos um dia ocupar todas estas pessoas completamente normais, com muito cérebro e pouca estética, quando “os ganhos de produtividade, a deslocalização, a mecanização, a automatização e a digitalização da produção progrediram de tal modo que reduziram a quase nada a quantidade de trabalho vivo necessário à confecção de cada mercadoria” (Comité Invisible)?

[parece que a Católica removeu do Youtube o vídeo sobre a Católica]